• Pabllo Vittar publica foto vestindo apenas fio dental e internautas a confundem com Cleo
    Notícias
    Folhapress

    Pabllo Vittar publica foto vestindo apenas fio dental e internautas a confundem com Cleo

    *ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 25/01/2019 - Pabllo Vittar. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pabllo Vittar, 24, publicou uma foto em seu perfil no Instagram neste sábado (15), vestindo apenas uma calcinha fio dental. De topless e mostrando uma pequena tatuagem de coração no bumbum, a cantora que está em Los Angeles depois de ter participado da Semana LGBTQ aparece de costas na foto, o que fez vários internautas se confundirem e acharem se tratar de Cleo Pires, 36. "Cleo, na hora que olhei achei fosse tu", disse um seguidor. Outros apenas marcaram a atriz e a elogiaram, como se fosse ela na foto.  A própria Cleo comentou a foto: "Perfeita do krl", escreveu nos comentários. "Não dá com você mano serinho parei de seguir". Além dos fãs, a drag queen também recebeu elogios de amigos como Ludmilla, que falou sobre seu corpo, e do cantor Mateus Carrilho, com quem já fez parceria.

  • Vírus que ataca cérebro mata mais de 100 crianças em estado indiano de Bihar
    Notícias
    AFP

    Vírus que ataca cérebro mata mais de 100 crianças em estado indiano de Bihar

    O estado indiano de Bihar enfrentava, nesta segunda-feira (17), duas crises de saúde. Por um lado, um vírus cerebral que estaria vinculado ao fruto tropical lichia e que provocou a morte de mais de 100 crianças, e por outro a onda de calor extremo que já deixou 78 mortos.

  • 'Meu filho não quer falar comigo', diz Zé Neto, da dupla com Cristiano
    Notícias
    Folhapress

    'Meu filho não quer falar comigo', diz Zé Neto, da dupla com Cristiano

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, chorou diante de uma multidão neste sábado (15) durante a festa do peão de Americana, a 127 km da capital São Paulo. Ao público, ele pediu desculpas, porque não estava em "um dia muito bom". "Sinto saudade do meu filho. Ele não quer falar comigo. Sei que ele é criança e não entende, mas um dia irá entender tudo o que faço por ele e nossa família. Muito obrigado por tudo que vocês têm feito por nós, estou aqui, porque amo cantar para vocês", confessou Zé Neto, que se tornou pai de José Filho há dois anos e foi consolado pelo parceiro Cristiano. "A gente não consegue ser tão presente quanto gostaria. Não voltamos pra casa às 18h, como um trabalho normal. Não me lembro do último churrasco que fizemos em família", completou Cristiano que retomou no último dia 6 de julho a rotina de shows após uma semana de repouso por conta de uma apendicite. À reportagem, a dupla chegou a comemorar pequenos ajustes que conseguiram dar na agenda para ter mais tempo para a família. "Não tem como parar. Você cansa, ninguém é um robô, mas passam três ou quatro dias e a gente já está louco para voltar", afirmou Cristiano.  "As dobras (quando fazem dois shows por dia) diminuíram, apesar de hoje serem duas apresentações", disse Zé Neto. "Mas não é mais uma rotina, a gente estuda uma vez ou outra, para não falhar com nenhum contratante, nenhuma cidade. Assim a gente consegue ficar mais perto da família", completou. Em números, a dupla costumava fazer até quatro noites seguidas com dobras de apresentações durante o ano de 2018. No primeiro semestre, os dois cantores afirmam que fizeram em média duas dobras por mês. Em tempo: a dupla estuda a gravação de um novo DVD no segundo semestre deste ano. Para animar os fãs, os sertanejos decidiram lançar uma espécie de enquete em suas redes sociais pedindo sugestões de cidades para recebê-los.

  • Filho de pastor assassinado é detido no enterro por suspeita de envolvimento
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Filho de pastor assassinado é detido no enterro por suspeita de envolvimento

    Suspeita de participação de um dos filhos do casal no crime foi anunciada pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel

  • Ludmilla responde comentário homofóbico em foto com namorada
    Notícias
    Folhapress

    Ludmilla responde comentário homofóbico em foto com namorada

    *FOTO DE ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 16.02.2019: FESTIVAL CARNAUOL - A cantora Ludmilla se apresenta no CarnaUOL realizado na Arena CarnaUOL, no bairro de Santana na zona norte de São Paulo neste sábado (14). O Festival CarnaUOL chega a sua 6ª edição trazendo mais uma vez grandes nomes das mais diferentes vertentes musicais. (Foto: Marcello Fim/Ofotográfico/Folhapress)SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após publicar uma foto com a nova namorada Brunna Gonçalves, Ludmilla, 24, precisou responder a um comentário homofóbico de um homem nas redes sociais. O seguidor comentou a palavra "Desperdício" na imagem em que o casal aparece de biquínis, se referindo àquilo ser um "desperdício de mulheres", que poderiam estar com homens. Rápida, Ludmilla respondeu: "Desperdício por quê? O que você perde com duas mulheres se amando? Não me diga que tu acha que se ambas fossem solteiras, tu teria chance, né? Coragem, porque noção [não tem] nenhuma". Apesar do comentário, a cantora recebeu diversos elogios sobre a foto, inclusive de Cleo, Giovanna Ewbank e da própria Brunna. "Perfeitas", disse Maisa Silva; "Que Deus abençoe sempre", escreveu o rapper Projota. Ludmilla surpreendeu os fãs ao assumir namoro com Brunna no início de junho - o mês do orgulho LGBTQ+. A assessoria da cantora confirmou à Folha de S.Paulo que as duas estão mantendo um relacionamento, e que Lud até escreveu uma música para ela, "Espelho", que integra seu novo DVD "Hello Mundo".  "É que você me faz bem. Eu quero, muito, muito mais. E só você tem o beijo que me satisfaz. E um jeito de fazer gostoso demais, demais", diz trecho da música. Em meados de fevereiro, Gonçalves já havia publicado uma série de fotos de shows de Ludmilla e feito uma declaração para a cantora.

  • Defesa de Lula vê brecha com mensagens vazadas de Moro
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Defesa de Lula vê brecha com mensagens vazadas de Moro

    A solicitação da defesa foi feita sob o argumento de suspeitas na isenção de Moro após ele ter se tornado ministro do governo Jair Bolsonaro

  • Madonna diz que Instagram é 'projetado para fazer você se sentir mal'
    Notícias
    Folhapress

    Madonna diz que Instagram é 'projetado para fazer você se sentir mal'

    *FOTO DE ARQUIVO* RIO DE JANEIRO, RJ, 14.12.2008: A cantora americana Madonna sobe ao palco do Maracanã com a turnê mundial "Sticky & Sweet", para uma apresentação de duas horas. A cantora chegou ao Rio de Janeiro na sexta-feira (12) após 15 anos de sua última apresentação no Brasil. (Foto: Rafael Andrade/Folhapress)SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na semana de lançamento de seu novo álbum "Madame X", Madonna, 60, está fazendo diversas revelações. Depois de relatar o assédio no meio das celebridades, a cantora disse que o Instagram, rede social de compartilhamento de fotos, é "feito para fazer você se sentir mal". "Você fica presa em querer se comparar com outras pessoas. 'Devo ser assim, agir assim, parecer assim?' 'Isso me tornará mais popular, ou mais bem-sucedida?' As pessoas tornam-se escravas de ganhar aprovações dos outros", disse em entrevista ao jornal britânico The Sun. "Recuso-me a ficar de joelhos para as convenções [sociais] e para o que a sociedade espera de mim como mulher", acrescentou. Ela ainda disse que foi "sortuda" por viver uma vida de artista antes dos celulares e redes sociais, porque teve "tempo para me desenvolver como artista e humano sem sentir a pressão do julgamento de outras pessoas ou comparações". "Eu me sinto mal pelos jovens que não tiveram a oportunidade de desenvolver seu caráter e quem eles querem ser", disse. Ela também afirmou que as redes "dirigem a vida das pessoas" atualmente.

  • Cientistas decifram olhar enternecedor dos cachorros
    Notícias
    AFP

    Cientistas decifram olhar enternecedor dos cachorros

    Cientistas acreditam ter entendido como os cachorros fazem para enternecer as pessoas e ganhar seu afeto: dois músculos situados em volta dos olhos os ajudam a ter um olhar triste, uma técnica dominada pelos bebês humanos.

  • Pastor marido de deputada pode ter tido morte encomendada
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Pastor marido de deputada pode ter tido morte encomendada

    Segundo os oficiais, o desentendimento entre Anderson e um dos suspeitos teria ocorrido por conta de dinheiro

  • Príncipe Harry divulga foto de seu filho Archie em primeiro Dia dos Pais
    Notícias
    Folhapress

    Príncipe Harry divulga foto de seu filho Archie em primeiro Dia dos Pais

    *FOTO DE ARQUIVO* DUBLIN, IRLANDA, 11.07.2018 - FAMILIA-REAL - Duquesa Meghan Markle e o Príncipe Harry visitam Croke Park, sede da associação gaélica de futebol em Dublin na Irlanda. (Foto: Brazil Photo Press/Folhapress)SÃO PAULO, SP (FOLHARPESS) - Príncipe Harry comemorou seu primeiro Dia dos Pais divulgando a foto de seu filho Archie em um perfil de rede social que compartilha com Meghan Markle, a duquesa de Sussex. A data é comemorada neste domingo (16) no Reino Unido e vários países do mundo.  Na foto, o rosto do bebê aparece parcialmente encoberto pela mão de Harry. Envolto nos braços do pai, ele olha para a câmera e segurando um dos dedos do príncipe. "Feliz Dia dos Pais! E desejando um primeiro Dia dos Pais muito especial ao duque de Sussex", diz a legenda.  Archie é o sétimo na linha de sucessão ao trono britânico, atrás de seu avô Charles, de seu tio William, de seus primos George, Charlotte e Louis e de seu pai. O menino é o primeiro bebê inter-racial da história recente da monarquia britânica.

  • Notícias
    Folhapress

    Dentista vê negada ação de reconhecimento como filho adotivo de Chico Xavier

    RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Na casa em que Chico Xavier (1910-2002) morou boa parte da sua vida, em Uberaba (MG), quase tudo está como o médium deixou em vida. Mas, em meio ao acervo repleto de itens que o acompanharam, chama a atenção trecho de um aviso colocado no local: “O museu [...] é particular de propriedade do filho de Chico Xavier, Eurípedes Humberto Higino dos Reis”. Não é o que a Justiça entendeu. O dentista Reis, que acompanhou o médium nas últimas décadas de sua vida, teve negado em primeira instância pedido de reconhecimento como filho adotivo de Chico. Cabe recurso. Ele, que tem 69 anos, alegou que conviveu com seu pai biológico, José da Cruz dos Reis, só até os 5 anos de idade, quando ele morreu, e que, desde os 7, passou a conviver semanalmente com Chico. O médium é um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento da doutrina espírita no país e, além de ações de caridade, ganhou fama ao publicar mais de 400 obras e psicografar milhares de cartas. Sua história colocou Uberaba no mapa espírita do país e virou filme. Reis afirmou em seu pedido, que corre em segredo de Justiça, que, quando tinha 15 anos, o médium pediu à sua mãe que passasse a morar com ele e que conviveu em relação familiar até 2002, quando o líder espírita morreu. Argumentou que não tem interesse patrimonial –os bens de Chico foram doados ou transferidos via testamento– e que, em relação aos bens imateriais, recebeu a incumbência de preservá-los com a casa de memórias que administra. Por fim, disse ser o representante de uma livraria à qual o médium deu uso exclusivo de produtos e marca e que tem dado destinação ao dinheiro conforme solicitação de Chico. A intenção gerou queixas de familiares e amigos do médium, que alegam não ter existido a relação pedida por Reis e conseguiram derrubar a ação na cidade mineira. “Chico nunca se referiu a ele como filho, para mim ou para pessoas de muita ligação com ele, como lideranças espíritas. Nada foi falado nesse sentido”, disse o jornalista Saulo Gomes, 90, amigo do médium e autor de três livros sobre a vida do religioso. Segundo o advogado Eduardo Silveira Martins, que atuou no caso como defensor de um sobrinho-neto de Chico Xavier, não havia relação de paternidade entre o médium e Reis. Era, em sua avaliação, uma relação de amizade. Em suas alegações no processo, obtidas pela reportagem, o advogado sustenta que Chico jamais teve a intenção de adotar o autor e que isso se prova por meio de uma carta escrita por ele a um jornalista da extinta Revista Manchete. Em um trecho da carta, citada na decisão judicial, o médium diz: “[Reis] não é meu filho adotivo e sim um amigo que me presta assistência em regime de absoluta gratuidade e humanitarismo”. “O falecido teve várias oportunidades ao longo da vida para registrar sua inequívoca intenção de reconhecer o autor como filho, seja nos testamentos, seja nas escrituras públicas de doação ou nas declarações firmadas. Contudo, em nenhum delas há qualquer menção nesse sentido”, diz trecho da decisão da juíza Andreísa Alvarenga Martinoli Alves. O dentista argumentou ainda que era chamado de “filho do coração”, mas para amigos do médium a frase não é prova de adoção, pois o mesmo tratamento teria sido dispensado por Chico a outras pessoas. “Ele não ter sido reconhecido como filho foi um acerto, fez Justiça com a história. A carta de Chico citada na decisão mostra isso. Era um amigo”, disse Gomes. A casa de memórias abriga as perucas que o vaidoso Chico usava, pares de sapatos, camisas, pijamas, colônias, boinas, livros e mensagens atribuídas aos espíritos André Luiz e Emmanuel, orientadores do médium. RECURSO Após a resposta inicial negativa da Justiça, em março, a defesa de Reis recorreu ao TJ (Tribunal de Justiça) de Minas Gerais. A reportagem procurou Reis por três vezes na casa de memórias e lembranças, mas ele não quis conceder entrevista. A reportagem também procurou a sua defesa no processo, mas não obteve resposta. Nas alegações à Justiça, o dentista ainda afirmou que pessoas físicas e jurídicas usam indevidamente o nome do médium para obter lucro, o que contraria os ensinamentos de Chico. Por isso, o interesse de agir, para defender o nome e a imagem do médium. O museu, segundo o aviso de que pertence a Reis, não recebe ajuda da prefeitura, do estado ou da união e é sustentado com as vendas de sua livraria.

  • "Eu não entendo nada do que vocês estão falando"
    Notícias
    Yahoo Notícias

    "Eu não entendo nada do que vocês estão falando"

    Acesso à Justiça e o papel da Defensoria Pública: o Direito pelo Direito é opressor, algo que boa parte dos juristas está longe de compreender perfeitamente

  • Morre ex-presidente do Egito, Mohamed Mursi
    AFP

    Morre ex-presidente do Egito, Mohamed Mursi

    O ex-presidente do Egito, Mohamed Mursi, morreu nesta segunda-feira durante uma audiência no tribunal do Cairo. Mursi, que estava preso desde 2013, chegou a ser transferido para um hospital, mas não resistiu.

  • Ratinho e SBT terão de pagar R$ 200 mil a dois padres por reportagem falsa de 1999
    Notícias
    Folhapress

    Ratinho e SBT terão de pagar R$ 200 mil a dois padres por reportagem falsa de 1999

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O SBT e o apresentador Ratinho, Carlos Massa, terão de indenizar dois padres por danos morais por uma reportagem veiculada em 1999. Tanto a emissora quando Ratinho terão de pagar R$ 200 mil (corrigidos) a dois padres da cidade de Astorga, no Paraná, segundo decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça). A reportagem falava que uma moradora da cidade havia deixado o marido para viver com o padre que celebrou seu casamento, mas a notícia era falsa. Além disso, as imagens mostraram um outro padre da mesma cidade. Os dois, então, processaram o programa.  A decisão levou em conta "a imprudência dos apelantes ao transmitir ao vivo matéria ofensiva à honra dos apelados, o sofrimento ocasionado às vítimas e a repercussão em cadeia nacional de televisão, em horário nobre", escreveu o ministro. O caso ficou ainda mais grave por envolver padres acusados de infringir o celibato, informou o documento.

  • Mohamed Mursi, ex-presidente do Egito, morre após audiência
    Notícias
    AFP

    Mohamed Mursi, ex-presidente do Egito, morre após audiência

    O ex-presidente egípcio Mohamed Morsi morreu na segunda-feira (17), após uma audiência no tribunal do Cairo - informaram à AFP fontes de segurança e judiciárias.

  • George Clooney tem assinatura falsificada, e casal lucra R$ 5 milhões usando nome do ator
    Notícias
    Folhapress

    George Clooney tem assinatura falsificada, e casal lucra R$ 5 milhões usando nome do ator

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O astro do cinema de Hollywood George Clooney, 58, viu seu nome atrelado a um golpe fraudulento aplicado por um casal de italianos, segundo a Agência Efe. De acordo com a polícia local, dois italianos falsificaram a assinatura de Clooney e, com isso, aplicavam golpes nas pessoas. Eles acabaram de ser presos. Os golpistas utilizavam o mote de possuir uma nova marca de roupas. A investidores, diziam que o astro norte-americano era parceiro e emprestava seu nome para o negócio, o que o próprio artista negou no tribunal quando houve um julgamento sobre o caso.   Dessa forma, segundo informações de policiais locais, os bandidos lucraram o equivalente a R$ 5 milhões. O golpe era aplicado desde 2010, e desde 2014 eles se escondiam na cidade de Pattaya, na Tailândia.  O casal, que era procurado pela Interpol e que já havia sido condenado a oito anos de prisão na Itália por diversas fraudes, será enviado de volta ao seu país para cumprir uma longa pena.

  • Brasil é ultrapassado pelo Paquistão em lista de países mais populosos do mundo
    Notícias
    Folhapress

    Brasil é ultrapassado pelo Paquistão em lista de países mais populosos do mundo

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quinto país mais populoso do mundo desde o fim da Segunda Guerra, o Brasil foi ultrapassado pelo Paquistão em 2017 e agora ocupa a sexta posição no ranking, com 211 milhões de habitantes, mostra um relatório da ONU (Organização das Nações Unidas) lançado nesta segunda-feira (17). Até 2100, o país deve ser ultrapassado por Nigéria, Etiópia, República Democrática do Congo, Tanzânia, Egito e Angola, ficando em 12º lugar. O relatório, chamado World Population Prospects (prospecções da população mundial), é lançado a cada dois anos pela divisão de população da ONU e traz análises para 235 países e áreas, baseadas em informações de censos nacionais, pesquisas por amostragem e tendências históricas. São projeções, ou seja, tendências demográficas que estão sujeitas a alterações, pois dependem de mudanças tecnológicas, avanços médicos, condições políticas e costumes, que podem se alterar de forma imprevisível. De acordo com o documento, o Brasil crescendo a um ritmo mais lento do que a média global, e a população do país deve chegar ao seu máximo em 2045, com 229,6 milhões de pessoas -a previsão para a população mundial é que ela pare de crescer apenas no fim do século. A partir de 2046, prevê-se uma redução no número de pessoas no Brasil, chegando a 180,7 milhões em 2100. Segundo a projeção, o país deve perder cerca de 50 milhões de habitantes nesse período. O número de idosos, porém, deve continuar crescendo, tendo seu pico alcançado apenas em 2075, de acordo com as previsões. Os dados também mostram que a tendência ao envelhecimento da população mundial, comprovada pelo relatório da ONU, é ainda mais intensa no Brasil. Em 2050, por exemplo, prevê-se que 29,4% da população no país tenha 60 anos ou mais -oito pontos percentuais acima da média prevista para o planeta. No fim do século, podem alcançar 40,1% do total.  A faixa que cresce mais rapidamente é a dos que têm 80 anos ou mais. Se em 1950 eles eram apenas 0,3% dos brasileiros, atualmente são 2% e, em 2050, devem chegar a 6,7% do total. No mundo, eles eram 0,6% em 1950, são 1,9% atualmente e chegarão a 4,4% em 30 anos. Ou seja, a distância da proporção desse grupo etário no Brasil em relação à média global vem aumentando e deve continuar nessa tendência.

  • Daniel Filho critica governo Bolsonaro e falta de apoio ao cinema: 'Brasil não é de idiotas'
    Notícias
    Folhapress

    Daniel Filho critica governo Bolsonaro e falta de apoio ao cinema: 'Brasil não é de idiotas'

    ***FOTO DE ARQUIVO*** RIO DE JANEIRO, RJ, 12.02.2009 - MÔNICA BERGAMO - Daniel Filho, diretor artístico da Globo Filmes, é fotografado em seu escritório, no Downtown, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ. (Foto: Daniela Dacorso/Folhapress)SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor, ator e produtor Daniel Filho, 81, não tem dado entrevistas nos últimos anos, mas resolveu abrir uma exceção à Folha de S.Paulo por causa do "momento atual brasileiro". O tema da reportagem era os 40 anos de "Malu Mulher", mas em pouco mais de uma hora de conversa, ele fez questão de abordar outros assuntos como o cinema brasileiro, a paralisação da Ancine e os novos rumos da televisão brasileira. Opositor ao presidente Jair Bolsonaro, Filho não poupou críticas às políticas do atual governo. "Todos nós [artistas e produtores culturais] estamos parados, sofrendo diante dessa imbecilidade reinante." Responsável por sucessos da televisão e do cinema, como as séries "Confissões de Adolescente" (1994-1995) e "A Grande Família", e o filme "Se Eu Fosse Você" (2006), o diretor destacou a importância da classe artística não perder a esperança e continuar batalhando para "acender uma vela quando há uma escuridão". "Essa é uma obrigação nossa." Ele também destacou a importância da imprensa no atual cenário político. "O Brasil não é de idiotas. Se fosse de idiotas não tínhamos feito tudo que fizemos. O cinema brasileiro não é idiota, a televisão brasileira não é idiota", afirma ele, em clara referência ao discurso de Bolsonaro que chamou de "idiotas úteis" os estudantes que se manifestaram em todo o país contra os cortes da educação. Filho afirma que está com dois filmes prontos para lançar: uma nova versão do longa "Boca de Ouro" (1963), baseado na peça de Nelson Rodrigues (1912-1980) sobre um poderoso chefe do jogo do bicho; e o policial "Silêncio da Chuva". Mas a situação da Ancine (Agência Nacional do Cinema), que anunciou em abril a suspensão de novos recursos para bancar projetos, o preocupa. "Tenho esses filmes, mas estou esperando que porra vai acontecer com a Ancine parada desse jeito", reclamou. Para ele, a paralisação da agência de fomento provoca impacto em toda a indústria cinematográfica e nos trabalhadores envolvidos no setor. "Ah pegou R$ 4 milhões para fazer um filme. Não, eu não peguei R$ 4 milhões e comprei um apartamento. Esse dinheiro rodou, está rodando, tem gente trabalhando, pagando imposto, isso está sendo tributado [...] Se levantar o número de imposto que a gente paga, a gente devolve mais dinheiro do que supostamente nos é dado." O diretor também diz ser um absurdo o que ocorreu no lançamento de "Vingadores:Ultimato", que ocupou 80% das salas de cinema do país, prejudicando produções nacionais, como "De Pernas Pro Ar 3", estrelado por Ingrid Guimarães. Ele afirma que estava em Paris na época da estreia do filme de heróis e notou como lá e em outros países da Europa, a saga da Marvel não ocupou todos os horários dos cinemas. "Eles continuaram passando bastante filme francês."  Daniel Filho fez uma comparação com "Malu Mulher". A série, criada há 40 anos por ele, fez parte de um projeto, que incluía também "Carga Pesada" e "Plantão de Polícia", para ocupar a faixa das 22h da Globo com produtos nacionais. Até então, seriados americanas como "Kojac e "Hawaii Five-O" dominavam o horário. "Aconteceu exatamente o contrário agora, com esse massacre do filme dos 'Vingadores' em um longa brasileiro, que estava indo muito bem, ['De Pernas Pro Ar'], e que foi retirado sem nada nem porquê." NOVOS PROJETOS Fora da Globo desde 2015, Daniel Filho segue atuante na dramaturgia e só lamenta não ser mais novo para entrar nesta "nova briga" pela preferência do público que, diferentemente do passado quando era disputada por Globo, Record, Tupi, agora, na visão dele, tem como protagonistas plataformas de streaming, como Netflix, Amazon e HBO.  Para o diretor, a televisão como era feita "há alguns anos" não existe mais. Hoje, afirma ele, o telespectador é "dono do seu tempo", escolhe a hora, o meio e o que vai ver da programação disponível. "O produto, então, tem que ser muito bom para ser assistido pelas pessoas. E elas vão procurar o horário e a maneira de ver isso", diz. Apesar dessa "grande revolução audiovisual", ele diz não acreditar que a televisão vai morrer nem o cinema. "Esse tipo de conteúdo, seja de humor, seja policial, seja de época, seja o que for, vai continuar existindo e nós temos que continuar fornecendo isso, mas atentos ao que está acontecendo no mundo."  Mesmo dizendo que não está dentro da briga pela audiência, Filho confirma que tem uma proposta para fazer um projeto em dramaturgia, que deve ser lançado entre o final deste ano e início de 2020. "É uma coisa bem generosa, carinhosa, que me dá uma amplidão de trabalho boa." O diretor, porém, não deu  mais detalhes sobre a novidade, alegando que essas empresas têm cláusulas restritas de confidencialidade. Na visão do diretor, o artista tem que estar com a "antena" ligada para captar o momento e falar sobre assuntos na dramaturgia que vão mexer com a vida das pessoas. Foi o que ele fez em "Malu Mulher", um programa considerado de vanguarda, porque conseguiu entender aquela nova geração de mulheres, que não queria mais viver à sombra dos homens. O seu novo projeto, afirma ele, tem um pouco desse espírito, embora pondere que não tem nada a ver com a série protagonizada por Regina Duarte. Filho também diz que recebeu propostas para fazer uma nova versão de "Confissões de Adolescente", mas não confirma a sua execução. "É uma coisa que eu já fiz, estou querendo fazer coisas novas", despista.  Conhecido por abordar em vários projetos a temática feminina, Daniel FIlho também foi diretor das séries "Mulher" (1998-1999) e "A Justiçeira" (1997). Ele ressalta que fica feliz ao ver o espaço que as mulheres têm ocupado em vários setores da sciedade.  "Eu tenho a teoria que se o mundo fosse dirigido por mulheres, talvez, a gente tivesse menos guerra, menos porrada. Acho que depois de anos, séculos e eras, está na hora de a gente [homem] relaxar um pouco e entregar esse comando à mulher."

  • Caso Neymar: Justiça expede mandado de busca e apreensão do celular de Najila
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Caso Neymar: Justiça expede mandado de busca e apreensão do celular de Najila

    Após promessa feita em seu depoimento, a modelo ainda não entregou o aparelho às autoridades

  • Notícias
    Agência Brasil

    CPI do BNDES ouvirá Joaquim Levy no dia 26

    A comissão parlamentar de inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados que investiga supostas irregularidades no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ouvirá o ex-presidente da instituição Joaquim Levy, no dia 26 deste mês, às 14h30.  Levy pediu demissão do cargo neste domingo (16) após críticas do presidente Jair Bolsonaro.Segundo o presidente da CPI, deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), o requerimento para convocação de Levy já havia sido aprovado pela comissão em abril. Dessa forma, mesmo após ter se demitido do cargo, Joaquim Levy é obrigado a comparecer à comissão. “Quero acrescentar, a bem da verdade, que o senhor, então presidente do BNDES, Joaquim Levy, comprometeu-se com todos os contatos que teve com essa comissão a colaborar com os trabalhos da CPI. Portanto, nós imaginamos que a presença dele é muito importante para esclarecimento de vários fatos”, afirmou.  DemissãoJoaquim Levy pediu demissão do cargo de presidente do BNDES na manhã deste domingo (16) um dia após ter sido alvo de críticas do presidente da República. No sábado, Bolsonaro disse que Levy estava "com a cabeça a prêmio há algum tempo. Estou por aqui com o Levy”, afirmou o presidente em frente ao Palácio da Alvorada, pouco antes de embarcar para um evento no Rio Grande do Sul.O motivo do descontentamento, afirmou Bolsonaro, foi a nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto para o cargo de diretor de Mercado de Capitais do BNDES, responsável pelos investimentos do BNDESPar, braço de participações acionárias do banco de fomento, que administra carteira superior a R$ 100 bilhões.O presidente pediu que Levy demitisse o diretor. Para Bolsonaro, o nome deste não era de confiança, e “gente suspeita” não poderia ocupar cargo em seu governo. Ainda na noite de sábado (15), Barbosa Pinto entregou a carta de renúncia ao cargo. Ele foi chefe de gabinete de Demian Fiocca na presidência do BNDES durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

  • Morre herdeira e diva da moda Gloria Vanderbilt aos 95 anos
    Notícias
    AFP

    Morre herdeira e diva da moda Gloria Vanderbilt aos 95 anos

    A americana Gloria Vanderbilt, herdeira, estilista e ícone da moda, morreu nesta segunda-feira (17), aos 95 anos, após uma batalha contra um câncer de estômago - anunciou seu filho, o jornalista da CNN Anderson Cooper.

  • Notícias
    Agência Brasil

    Morumbi tem karaokê e ola em goleada do Chile

    Pouco mais de 23,2 mil pessoas assistiram na noite de hoje (17), no estádio do Morumbi, em São Paulo, o jogo entre Chile x Japão, pela Copa América. O jogo terminou com uma vitória chilena elástica por 4 a 0, repetindo o resultado de ontem da vitória uruguaia sobre o Equador, todos do mesmo grupo. Foram as maiores goleadas da competição até o momento.

  • Manifestantes de Hong Kong vão continuar a lutar
    Notícias
    Agência Brasil

    Manifestantes de Hong Kong vão continuar a lutar

    "Não à extradição para a China; não à brutalidade policial": cartaz de protestos em Hong KongNo final, a pressão da rua foi forte demais: a chefe do governo de Hong Kong, Carrie Lam, declarou em entrevista coletiva que o governo estava suspendendo a controversa lei da extradição, segundo ela levando em consideração as preocupações e dúvidas da população.Centenas de milhares de pessoas estão indo às ruas de Hong Kong para se manifestarem contra o projeto de lei - ATHIT PERAWONGMETHA/Direitos Res Até o anúncio, as ruas de Hong Kong haviam voltado a ficar em silêncio. O governo diz agora querer falar com grupos da sociedade civil e apresentar um plano de ação. Não há prazo mais para aprovar a lei.A lei da extradição destinava-se a permitir que as autoridades de Hong Kong extraditassem procurados pela Justiça para, por exemplo, a China continental. E isso apesar de o poder judicial chinês não ser independente. Temia-se que a medida silenciasse os críticos de Pequim - enfraquecendo ainda mais o princípio "um país, dois sistemas".Centenas de milhares de pessoas estão indo às ruas de Hong Kong para se manifestarem contra o projeto de lei. Na quarta-feira, manifestantes entraram em choque com a polícia, que usou spray de pimenta e balas de borracha.A decisão do governo de Hong Kong não vai resolver esta disputa, como mostram as marchas deste domingo (16/06).O sentimento dos manifestantes é que a batalha ainda não acabou. Eles estão exigindo um pedido de desculpas pelo que consideram ser uma repressão excessivamente dura por parte da polícia e a libertação imediata dos ativistas já presos.Eles querem também que os confrontos de quarta-feira não sejam mais chamados de "motins" - um crime punível com até vários anos de prisão sob a lei de Hong Kong.Acima de tudo: os críticos da lei não querem ver a sua aprovação apenas adiada, querem que a legislação seja derrubada –  por todos juntos.Os protestos continuam. É de esperar que a atmosfera nas ruas de Hong Kong se mantenha tensa nos próximos dias. *O jornalista Philipp Bilsky escreve para o Departamento Ásia da Deutsche Welle.

  • Terremoto na China deixa doze mortos e 134 feridos
    Notícias
    AFP

    Terremoto na China deixa doze mortos e 134 feridos

    Um terremoto de 6 graus de magnitude sacudiu nesta segunda-feira a província de Sichuan, no sudoeste da China, deixando doze mortos e 134 feridos, anunciou a imprensa estatal.

  • Notícias
    Folhapress

    PMs são afastados após agredirem carroceiro na zona oeste de SP

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dois policiais militares foram flagrados agredindo, com chutes no rosto, a um catador de materiais recicláveis. A data da violência, ocorrida na Vila Leopoldina (zona oeste da capital paulista), não foi informada pela polícia. Ambos os PMs foram afastados.. Segundo imagens, feitas por um celular, os dois policiais agridem a um carroceiro, com o homem já caído no chão. Os PMs dão chutes na vítima, que também é atingida na região da face, ao menos três vezes. Além do homem, que não teve a identidade informada, a mulher dele também vira alvo dos policiais, quando ela tenta impedir que seu companheiro continue apanhando. Ela é agredida, ao menos uma vez, com um tapa no rosto. A confusão chamou a atenção de pessoas que passam na região. "O PM está totalmente na contramão, batendo na cara de morador de rua", afirma a pessoa que registra a violência, se referindo ao carroceiro. Quando a vítima consegue se levantar,  ela afirma: "Vai destratando de mim, estou em meu direito", apontando em direção à sua carroça. O registro da violência dura pouco mais de vinte segundos. O caso é investigado pela Corregedoria da PM, que instaurou um Inquérito Policial Militar. A Ouvidoria das polícias também instaurou um procedimento, nesta segunda-feira (17), para acompanhar o caso.  Resposta Nas redes sociais, o governador João Doria Doria afirmou ter ficado "aborrecido" após assistir ao vídeo dos PMs agredindo o carroceiro. "Nada justifica o excesso de violência. Essa situação [dos policiais] fugiu ao controle. Os dois policiais já foram afastados, serão avaliados, julgados e, se tiverem que ser punidos, serão punidos", garantiu o tucano. Em nota, a PM afirma que os policiais foram chamados ao local após uma queixa sobre um "indivíduo desequilibrado" que estaria "causando desordem na região". "Durante a tentativa de abordagem, houve resistência e uso de força, contudo a ação sugere flagrante descumprimento dos protocolos operacionais padrão de abordagem, o que motivou o imediato afastamento e instauração dos procedimentos legais de apuração", diz trecho de nota da PM. Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria, foram registrados 25 casos de pessoas feridas por policiais militares, de serviço na capital, no primeiro trimestre deste ano. No estado, foram 77 ocorrências do tipo.